Histórico

Data de publicação: 13/10/2010

Uma escola pra os filhos dos imigrantes

O Gymnasio Hebraico-Brasileiro Renascença iniciou suas atividades no dia 22 de abril de 1922 em uma pequena casa alugada na esquina das ruas Amazonas e Três Rios, no bairro do Bom Retiro. Na década de 20, a escola teria ainda duas outras sedes alugadas, na Rua Florêncio de Abreu e na Avenida Tiradentes. Fundada por imigrantes originários principalmente da Europa Oriental, o Renascença, primeira escola paulistana a oferecer o diploma de primário junto ao ensino judaico, foi uma das instituições que definiu o estabelecimento de uma comunidade judaica organizada em São Paulo.

Selo do Renascença, carimbo e desenho da escola com seu nome hebraico, Hatchia, 1931
[cedido por Sara Brenner Zingerevitz]

 

O Hatchia torna-se centro da comunidade judaica

Em 1937, o Renascença inaugurou sua primeira sede própria na Rua Prates, no Bom Retiro, em terreno e casa doados pela família Klabin-Lafer. Entre as décadas de 30 e 40, a escola, que era conhecida por seu nome hebraico Hatchia, consolidou-se como um dos principais centros da comunidade judaica, sede de movimentos juvenis e de atividades sociais e políticas.

O Hatchia funcionava também como uma escola profissional para jovens e adultos, oferecendo cursos diurnos e noturnos para os imigrantes recém-chegados da Europa que buscavam sua inserção no mercado de trabalho.

Foto da família Trejgier mostra as crianças Isac, Ita e Jenid com uniforme de gala do Renascença, 1939
[cedido por Jenid Trejgier Gampel]

 

O curso ginasial projeta a renovação do ensino judaico

Em apenas três anos, entre 1945 e 1958, o Renascença concretizou os dois maiores projetos e sonhos de seu diretor Moysés Wainer desde que ele assumira a escola na década de 20: a criação do Seminário Hebraico de professores, primeiro curso regular de formação de professores para o ensino judaico, e a implantação do curso ginasial.

Ao final da década de 50 quando a escola e a comunidade judaica perderam Moysés Wainer, o Renascença era uma escola moderna que renovava constantemente seus métodos de ensino e preparava educadores que integrariam muitas outras escolas judaicas em São Paulo.

Festa de Bikurim no clube Macabi, 1958
[acervo Renascença]

 

O Bom Retiro ganha sede nova e supera dois mil alunos

Na década entre 1958 e 1968, o Renascença teve que investir incessantemente em novas instalações para abrigar o crescente número de alunos, que se expandiu ainda mais com a abertura dos cursos clássico e científico e a criação de uma escola normal.

Em 1966, o Renascença inaugurou sua segunda sede própria no Bom Retiro, um moderno prédio de seis andares, que se tornaria um dos pólos de renovação das idéias pedagógicas da época, com a implantação do Ginásio Moderno, movimento que acelerou a inserção das matérias judaicas no currículo oficial de ensino.

Flâmula de inauguração do prédio à Rua Prates, 1965
[cedido por Sonia Ruchlejmer Zveibil]

 

Renascença abre escola no bairro de Higienópolis

O Renascença inaugurou em 1968, na esquina das ruas Bahia e Pará, sua primeira filial fora do Bom Retiro, oferecendo inicialmente ensino pré-escola e primário. Com isso, a escola atendia à demanda por escola judaica de uma parcela da comunidade que vivia em outros bairros.

Em 1974, em uma segunda casa na Rua Bahia, a escola abriria o ginásio, logo seguido pelo colegial e por outros cursos como o normal. Na década de 70, o Renascença tornou-se um dos poucos Institutos particulares de São Paulo a oferecer cursos de especialização, primeiro passo para a abertura, no Bom Retiro, da Faculdade de Letras, Ciência e Pedagogia.

Carimbo comemorativo dos 50 anos do nascimento de Anne Frank feito pelos correios por solicitação do Renascença, 1979
[acervo Renascença]

 

Do maternal à faculdade: um projeto para o futuro

O ano de 1980 marcou a inauguração do imponente prédio do Renascença na Rua São Vicente de Paula, em Higienópolis, terceira sede própria da escola desde sua fundação. Em 1986, a escola abriria sua sinagoga, que chega a receber mais de mil pessoas nas Grandes Festas.

Ao longo dos anos 80 e 90, o Renascença prosseguiu em seu trabalho de renovar instalações, equipamentos e métodos de ensino em suas duas unidades, Higienópolis e Bom Retiro, oferencendo desde mini-maternal até pós-graduação em várias áreas.

Convite para a festa de inauguração do prédio da Rua São Vicente de Paulo, 1981
[acervo Renascença]

Videos | Assista os vídeos relacionados


Imagens | Veja as imagens relacionadas

Arquivos | Download de arquivos

Artigos | Veja os conteúdos relacionados

Colégio Renascença

Rua São Vicente de Paulo, 659
Santa Cecília - São Paulo, SP

Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 17h

(11) 3824 0788

© 2017 - Colégio Renascença | Todos os direitos reservados.